Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

James Bond: No Time To Die realiza a sua estreia mundial

O último filme de James Bond em que o protagonista principal é o actor Daniel Craig, finalmente teve a sua estreia mundial em Londres, 18 meses depois do planeado devido à pandemia.

Angola /
30 Set 2021 / 17:44 H.

“No Time To Die” é a quinta apresentação do actor britânico como 007. Em declarações à BBC Radio 5 Live, no tapete vermelho, Daniel Craig disse que o papel foi "incrivelmente importante para o cinema e para a história, e o peso disso está nos meus ombros há algum tempo". "Tive uma sorte incrível", acrescentou.

O filme chega aos cinemas do Reino Unido nesta quinta-feira e em Angola o filme estreia no dia 1 de Outubro na ZAP Cinemas.

Excepcionalmente para uma estreia como aquela, houve duas gerações distintas de membros da realeza que vieram para a despedida de Daniel Craig como James Bond. O Duque e a Duquesa de Cambridge foram acompanhados no Royal Albert Hall pelo Príncipe de Gales e pela Duquesa da Cornualha.

Naomie Harris, que interpreta Moneypenny pela terceira vez, disse que foi "uma noite emocionante" precisamente porque é a última apresentação de Daniel Craig no papel.

A indústria cinematográfica observa de perto o desempenho de “No Time To Die”, nas bilheterias e se pode atrair os fãs em grande escala agora que a maioria dos cinemas reabriu.

"Eu espero realmente que isso atraia as pessoas de volta aos cinemas e elas se sintam confortáveis ​​ao fazer isso porque é um filme muito especial", afirma a actriz Naomie Harris à BBC News.

A atriz Lashana Lynch junta-se ao elenco como uma nova agente secreta chamada Nomi e diz que a adição da sua personagem foi um passo à frente para a franquia.

“Gosto de assistir a filmes que realmente me façam sentir que estou incluída, que as minhas narrativas estão a ser contadas”, ressalta ela.

A produtora Barbara Broccoli, que coordena a franquia com o co-produtor Michael G Wilson, realça que não pensaria na substituição de Daniel Craig até ao ano que vem.

"Não estamos a pensar nisso", conta recentemente ao programa, Today, da BBC Rádio. "Queremos que o Daniel tenha o seu momento de comemoração, para o próximo ano começaremos a pensar no futuro".