Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

CapetoRio: “Team Angola Cables Mussulo 40” conquista a primeira posição nas categorias Double Handed e Monohull

Mussulo 40 – embarcação patrocinada pela Angola Cables foi comandada pelo angolano José Guilherme Caldas, coadjuvado pelo velejador brasileiro Leonardo Chicourel, na Cape2Rio 2020 que teve como ponto de partida Cape Town e chegada o Rio de Janeiro, um percurso de cerca de 3.500 milhas realizado em 17 dias em alto mar.

Brasil /
30 Jan 2020 / 14:10 H.

O Mussulo 40 – embarcação angolana patrocinada pela Angola Cables – que representou o país numa das maiores provas da modalidade, a regata Cape2Rio2020, terminou a prova no primeiro lugar na categoria Double Handed e, igualmente, conquistou a primeira posição na categoria Monohull (embarcações compostas por apenas um casco). Na classificação geral a equipa ficou no quinto lugar na classificação geral concluindo a prova em 17 dias, 1 hora, 6 minutos e 2 segundos, no 28 de Janeiro, às 10:26 (tempo local).

O Mussulo 40, comandado pelo angolano José Guilherme Caldas, coadjuvado pelo velejador brasileiro Leonardo Chicourel, fez todo o percurso entre as quatro primeiras posições, alternando entre o terceiro e quarto lugar. A dupla conseguiu completar as 3500 milhas da Cape2Rio antes do previsto, considerando o tempo médio da regata de 18 a 20 dias de competição.

“Esperávamos fazer uma regata tranquila, até porque tivemos um desempenho inicial muito bom, sobretudo perante os barcos maiores e de alta performance, que são sempre um desafio muito grande para nós. Alcançamos rapidamente as primeiras posições nos momentos iniciais da disputa. Enfrentamos muitas adversidades no caminho, como encarar uma tempestade intensa de 50 nós, ou seja, ventos de 100 km por hora. Além disso, um objeto de plástico prendeu-se em uma das hélices, o que comprometeu o nosso desempenho em determinado momento. Porém, o ser humano tem essa tendência de se superar. E na medida em que tem um desafio e sabe que o pode superar, esforça-se o dobro. Tivemos meses de treino, boa preparação fisica e mental, e um barco excelente”, explica o comandante José Guilherme.

Na Cape2Rio 2017, a dupla havia batido o recorde de 2014, completando a prova em 16 dias, 14 horas 22 minutos e 12 segundos, além de também vencer na categoria Double Handed e conquistar o oitavo lugar na classificação geral.

“Este é mais um feito da vela angolana que nos orgulha e prova que os velejadores da nossa baía levam os seus sonhos e capacidades bem longe. Parabéns ao team Angola Cables Mussulo 40! Estamos muito orgulhosos do esforço feito pelo comandante José Guilherme e pelo Leonardo Chicourel para completar uma prova transatlântica que une África e o Brasil, como os cabos da Angola Cables. A Cape2Rio e as adversidades que apresenta aos velejadores, servem como um teste de habilidade e estratégia que oferece muitas lições sobre o trabalho em equipa e perseverança ao longo do caminho “, considera António Nunes, CEO da Angola Cables.

O Mussulo 40 e Mussulo III são dois barcos patrocinados pela Angola Cables. “A vela é uma modalidade desportiva que envolve estratégias intensas, exige estar preparado para qualquer eventualidade e responder rapidamente às mudanças no ambiente; muito parecido com o nosso negócio. Existem ainda outros paralelos, como o fato de ser uma prova marítima e de termos milhares de quilómetros de cabos de fibra óptica no fundo do mar, como parte da criação de redes intercontinentais de alta velocidade”, conclui António Nunes.

Temas