Mercado de valores
Tempo - Tutiempo.net

Paula Matoso

A profissional de Marketing e Publicidade apresenta-se como defensora da excelência, num discurso em que a persistência é a palavra de ordem. Saiba mais sobre a especialista que ambiciona expandir a sua experiência além-fronteiras.

Luanda /
24 Mar 2020 / 10:57 H.

A conversa de Brunch With que decorreu no restaurante Matabicho traz para esta edição Paula Lima Matoso,Marketing Manager da Coca-Cola Company (TCCC)para Angola e Malawi.

Nasceu no centro de Luanda, passou parte da infância entre a zona dos Combatentes e a Camuxiba, na Samba. Dos Combatentes tem vagas memórias da azáfama do prédio onde vivia e da agitação constante da rua. Lembra que passava imenso tempo com a mãe na varanda a olhar para a antiga Feira Ngoma e ter a casa cheia de pessoas, entre família, amigos e vizinhos.

Agora com os 36 anos de idade, a gestora é casada e mãe de dois filhos.

Diz que representa uma mistura interessante de culturas, pois tem o sangue Cabo-verdiano, coração Angolano e o pensamento Português.

“Isto porque a minha família é de origem Cabo-verdiana, os meus pais emigraram de Cabo-Verde e conheceram-se aqui em Luanda, entretanto, eu e os meus irmãos nascemos aqui, mas, com quase os meus cinco anos de idade fomos viver para Portugal por onde inicie o meu percurso escolar em 1989. Vivi parte da minha vida em Almada, perto de Lisboa”, justifica a nossa convidada referindo ser uma pessoa tranquila e positiva, assim como gosta de estar bem com a vida e com aqueles que a rodeiam, porque, tal como afirma, dá imensa importância à família por ser a base de tudo.

“Actualmente faço tudo que estiver ao meu alcance para garantir que toda a minha família esteja bem. Tenho sete irmãos, muitos primos, tios e sobrinhos dos quais me orgulho imenso”, regozijou-se.

Para além de ter uma vasta experiência em Marketing e Publicidade, Paula Lima Matoso é uma mulher activa que, desde a sua adolescência, gosta de desporto. Fez várias actividades desportivas como o Futebol, Basquetebol, Dança, Natação, Atletismo e, hoje, pratica o Crossfit e KickBoxing, assim como faz parte da Federação Angolana de Desportos Náuticos (FADEN).

Por ter passado por muitas dificuldades, a persistência e o espírito de guerreira fizeram com que nada limitasse o seu caminho, porque sempre teve foco naquilo que quis ser ou ter e com esforço e dedicação conseguiu alcançar a maior parte dos seus objectivos.

“Acredito no amor e na felicidade. Penso que temos de correr atrás da nossa felicidade e não nos devemos prender a formalismos para alcançar aquilo que acreditamos ser o melhor para nós”, disse.

Desafios profissionais

Por entre os vários trilhos e rios, aprendeu a viver na natureza e teve a oportunidade de reflectir sobre o valor da vida. Em 2001, já com os 18 anos, entrou para a universidade para estudar Comunicação Social durante cinco anos, sendo a realização de um sonho de infância e durante o tempo de formação, trabalhava em part-time numa grande loja de roupa em Lisboa e em Almada.

“Aspirava ter um emprego que me permitisse dar boas condições de vida aos meus filhos e de certa forma evitar que eles passassem por algumas situações que eu e os meus irmãos passámos. Pensei, no entanto, brevemente em ser atleta profissional, dançarina ou ser apresentadora de Tv e talvez por isso tirei o curso de Comunicação Social”,disse a convidada que acha interessante comunicar com as pessoas e extrair delas o melhor, mesmo que seja por uma conversa ou em último caso, por uma campanha publicitária.

Depois do curso, começou a trabalhar numa editora de revistas médicas em Lisboa e geria a relação com as empresas farmacêuticas no que respeitava a contratos de publicidade. Em 2008, com o início da crise em Portugal a empresa foi à falência o que a obrigou procurar um novo emprego. “Nessa altura lembro-me de enviar o meu CV para 20 empresas em Lisboa e quatro em Luanda: Não obtive qualquer resposta das empresas em Lisboa e no dia seguinte recebi reposta de duas angolanas,o que me fez pensar na hipótese de voltar ao meu País”.

Foi assim que se efectivou o seu regresso a Luanda, começando carreira em Gestão de Marketing e Publicidade na agência de Publicidade BACK como Gestora Júnior.

Passados aproximadamente dois anos mudou-se para a Executive, onde foi Directora de Contas. Trabalhou de seguida na AutoSueco Angola como Coordenadora de Marketing das marcas Volvo Trucks, Volvo Cars e geradores SDMO.

Em 2015 juntou-se à equipa da Coca-Cola Company (TCCC) como Marketing Manager de Angola, com a principal missão de adaptar as estratégias globais das marcas do portefólio (Coca-Cola,Fanta, Sprite, Schweppes, Youki e Chivita) ao mercado e consumidores angolanos.

“Um dos maiores desafios do exercício de Marketing é o conhecimento detalhado do nosso consumidor, dos seus hábitos e rotinas e,o nosso papel como gestores, é perceber como incluir as nossas marcas nesses hábitos, mudar e criar novos rotinas em prol do sucesso das mesmas”, avança com satisfação.

Em 2018 foi então promovida a Marketing Manager de Angola e Malawi, tendo desta forma a responsabilidade de gerir dois territórios dentro do continente africano. “Trabalhar com as maiores marcas de bebidas do mundo é quase um privilégio que nunca pensei ter. Ou seja,daquelas coisas que sempre pensei estar longe do meu alcance, mas aqui estou”, sorriu.

Ambiciona evoluir e expandir a sua experiência dentro e fora do seu habitat profissional, assim como tem planos de aprender mais técnicas de Marketing de Excelência.

Como fonte de inspiração, quando vai tomar uma decisão importante,lembra sempre da frase “...segue o teu coração, ele sabe tudo. Onde ele estiver é onde está o teu tesouro...”, do livro “O Alquimista” de Paulo Coelho.

Quanto aos jovens, sugere que sejam atentos e criativos, pois momentos de crise também trazem oportunidades.

“Não nos podemos deixar levar pela vaidade ou exibicionismo.

Temos de ter os pés assentes na terra, entender a realidade actual e antecipar o futuro que é amanhã”, finaliza