Transparência: Tiffany vai revelar a origem dos seus diamantes

A informação vai estar em cada peça adquirida, gravada a laser e invisível a olho nú.

11 Jan 2019 / 09:29 H.

A Tiffany & Co. anunciou que vai partilhar com os seus clientes a origem dos diamantes adquiridos, uma iniciativa inédita que entra em vigor de imediato.

“Este é um tópico que se tornou mais e mais relevante para as novas gerações”, explica o ceo Alessandro Bogliolo em entrevista à Bloomberg TV. “É nosso dever, como líder em diamantes, fornecer aos clientes essa informação.”

Ora, as informações geográficas de cada uma das peças Tiffany terão um número de série “T&Co” exclusivo, gravado a laser e invisível a olho nú.

Segundo o ceo, não se trata de uma acção de marketing, mas de “um esforço real para atrair mais clientes que valorizam a transparência”.

“O que fizemos nos últimos anos foi realmente adoptar a mudança, com o objectivo de ser culturalmente relevante para o povo – para a sociedade de hoje”, refere Bogliolo.

Está previsto ainda para 2020 a Tiffany abrir as portas da sua indústria e mostrar, step by step, a rota dos diamantes desde que chegam às suas mâos.

“Espero que tudo isto também possa melhorar os padrões da indústria de diamantes”, remata Bogliolo.