Tempo - Tutiempo.net

Mota-Engil ganha novo contrato de 122 milhões de euros no Brasil

A Mota-Engil informou o mercado português que confirmou a assinatura, através da CONSITA, a sua subsidiária brasileira para a área de ambiente e serviços no Brasil, de um contrato para a recolha de resíduos no distrito federal de Brasília.

08 Out 2019 / 10:10 H.

“O contrato totalizará cerca de 122 milhões de euros e contemplará a recolha de resíduos, recolha

seletiva, limpeza manual e mecânica, lavagem de vias, entre outros serviços. Os trabalhos, correspondentes ao lote 3 de um concurso abrangente para a recolha de resíduos em todo o Distrito Federal, terão a duração de cinco anos e terão início no presente mês de outubro”, explica um comunicado da Mota-Engil enviado esta segunda-feira, dia 7 de outubro, à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

A empresa liderada por António Mota e Gonçalo Moura Martins acrescenta no referido comunicado que, “com a assinatura de mais um contrato no Brasil, a área de ambiente e serviços na América Latina acumula já em 2019 um crescimento da sua carteira de encomendas de cerca de 150 milhões de euros”.

“A nível global, a área de ambiente e serviços da Mota-Engil, regista já cerca de quatro mil milhões de euros de volume de negócios a executar, dos quais, 850 milhões de euros correspondem a carteira de encomendas em contratos de prestação de serviços e 3,15 mil milhões de euros ao volume de negócios estimado para os períodos das concessões ambientais em exploração pela Mota-Engil”, destaca o comunicado em questão.