Taxas Euribor descem a 3 meses e batem mínimos de sempre a 6 e 12 meses

As taxas Euribor desceram esta terça-feira, a três meses e caíram para mínimos históricos de sempre a seis e 12 meses, respectivamente, em relação a segunda-feira.

13 Ago 2019 / 12:37 H.

A taxa Euribor a seis meses, a mais utilizada em Portugal nos créditos à habitação, desceu hoje 0,001 pontos, para -0,401%, fixando-se num novo mínimo de sempre.

O valor máximo desde Julho de 2018 da Euribor a seis meses, de -0,227%, foi registado em 27 de Março.

A Euribor a três meses desceu 0,002 pontos para -0,402%, depois de em 09 de Agosto ter-se fixado no actual mínimo de sempre (-0,404%).

O máximo desde Julho de 2018 da Euribor a três meses, de -0,306%, foi registado pela primeira vez em 24 de Janeiro.

No prazo de 12 meses, a taxa Euribor recuou hoje 0,005 pontos para -0,357%, um novo mínimo histórico de sempre. A Euribor a 12 meses subiu até ao valor máximo desde Julho de 2018, de -0,108%, pela primeira vez em 06 de Fevereiro.

A evolução das taxas de juro Euribor está intimamente ligada às subidas ou descidas das taxas de juro directoras do Banco Central Europeu (BCE).

Recentemente, têm estado a acentuar o valor negativo depois da indicação de Frankfurt de que vai manter as taxas de juro directoras nos níveis baixos, em vez das subidas que se perspectivavam, e de que podem mesmo voltar a baixar, perante a pouca solidez do crescimento económico da zona euro.