Tempo - Tutiempo.net

Aumento da tensão entre EUA e China leva Wall Street a terreno negativo

A bolsa nova-iorquina seguia em baixa no início da sessão, quando aumenta a tensão entre Washington e Pequim, antes do início de uma nova ronda de negociações comerciais.

EUA /
08 Out 2019 / 16:09 H.

Os bancos e as empresas do sector da saúde lideram as quedas.

O Governo chinês expressou hoje “grande insatisfação” com a decisão dos Estados Unidos de restringir os negócios com várias firmas tecnológicas chinesas alegadamente associadas à repressão contra grupos minoritários muçulmanos no extremo oeste da China.

“A China expressa a sua grande insatisfação e oposição resoluta”, disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros Geng Shuang, acrescentando que “não há questões de direitos humanos” na região de Xinjiang.

A decisão do Departamento de Comércio norte-americano coloca várias firmas chinesas que desenvolvem sistemas de reconhecimento facial e outras tecnologias de inteligência artificial na designada Lista de Entidades, por agir contra os princípios da política externa norte-americana.

A lista impede efectivamente as empresas norte-americanas de venderem tecnologia a empresas chinesas sem aprovação prévia da Casa Branca.