Wall Street: Nasdaq volta a cair 1%.

As ações das empresas tecnológicas voltaram a estar sob pressão esta quinta-feira, num dia em que as bolsas fecharam mistas.

As bolsas norte-americanas fecharam mistas esta quinta-feira, num dia em que a pressão vendedora voltou a afectar o sector tecnológico, desta vez devido às fracas expectativas de vendas por parte das fabricantes de processadores, mas também às dúvidas sobre se as autoridades vão ou não avançar com medidas regulatórias sobre as redes sociais. Receios face às tensões comerciais com a China e à crise nos mercados emergentes também condicionaram as negociações em Wall Street.

Um dia depois de ter caído mais de 1%, o tecnológico Nasdaq encerrou a sessão desta quinta-feira com uma nova queda. Desta vez, o índice recuou 0,90%, a cotar agora nos 7.923,25 pontos.

Expectativas de quebra nas vendas penalizaram as acções das fabricantes de unidades electrónicas de processamento. A Nvidia desvalorizou 2,05% para 272,72 dólares por acção, enquanto a Intel registou perdas 0,96% para 47,26 dólares. Já os receios de que as redes sociais possam enfrentar regulação apertada por parte das autoridades levaram as acções do Twitter a afundarem 5,87% esta quinta-feira, para os 30,81 dólares cada título.

Na vertente comercial, os investidores estão expectantes para saberem se o Presidente Donals Trump vai mesmo avançar com o pacote de 200 mil milhões em tarifas aduaneiras dólares sobre as importações chinesas, algo que, a avançar, merecerá retaliação de Pequim.

 

Comentários