Wall Street fecha sem rumo perante tensões comerciais e a queda do petróleo

A bolsa nova-iorquina encerrou ontem sem rumo definidos, com os investidores a acusarem as tensões comerciais sino-norte-americanas e a descida das cotações do petróleo, após três sessões de subida dos principais índices.

Os resultados definitivos da sessão indicam que o seletivo Dow Jones Industrial Average recuou 0,18%, para os 25.583,75 pontos.

Da mesma forma, o alargado S&P500 perdeu 0,03%, para as 2.857,70 unidades, mas o tecnológico Nasdaq valorizou 0,06%, para as 7.888,33.

Este índice apresenta assim uma série de sete sessões consecutivas de ganhos, enquanto o S&P500 interrompeu uma série de quatro sessões de valorização e o Dow Jones pôs um fim a três sessões seguidas de avanços.

“Quando a época dos resultados está a acabar, os mercados parecem estar sem razões para continuar a progredir”, estimou Adam Sarhan, da 50 Park Investment.

Os valores do sector da energia sofreram em particular, com os preços do petróleo a caírem de forma acentuada.

Comentários