Mota-Engil entra na Nigéria como parceira da Shoreline

Segundo um comunicado divulgado esta terça-feira, a Mota-Engil adianta que a ‘joint-venture’ terá a designação Mota-Engil Nigeria Limited e será detida em 51% pela Mota-Engil África e em 49% pela Shoreline, um conglomerado africano com base na Nigéria.

Para o presidente executivo da Mota-Engil África, Manuel Mota, a celebração do acordo “é o culminar de vários meses de conversações entre as empresas para a concretização do que se pretende que seja um relacionamento frutífero para atuar num mercado com uma preponderância determinante no desenvolvimento do continente africano”.

Já Kola Karim, fundador e presidente executivo da Shoreline Group, afirmou-se satisfeito com esta parceria e com o facto de “começar a trabalhar em novas oportunidades de negócio na Nigéria”.

Lembra-se que a Mota-Engil está presente em 28 países e apresenta-se como uma das 30 maiores construtoras europeias Em África e com uma carteira de encomendas de mais de 2,5 mil milhões de euros, tendo, em 2017, atingido uma faturação de 860 milhões de euros.

A Shoreline Group tem investimentos na indústria de Oil & Gas [petróleo e gás], energia, engenharia e construção, telecomunicações e ‘trading’, tendo investimentos noutros países africanos, como Angola, Uganda, Quénia, Gana e Libéria, assim como na Europa (França, Alemanha e Reino Unido).

Comentários