Barril de Brent ultrapassa os 85 dólares pela primeira vez desde 2014

O petróleo do mar do Norte, de referência na Europa, abriu hoje em alta a valer 85,07 dólares, mais 0,10% do que no fecho da sessão de segunda-feira. Segundo analistas, na origem da escalada no preço do petróleo estão as sanções dos Estados Unidos às exportações iranianas que levaram à redução da produção global, causando um desequilíbrio entre a oferta e a procura.

O mercado teme uma queda no fornecimento de petróleo bruto quando as sanções dos Estados Unidos contra o Irão entrarem em vigor, em 4 de Novembro. A recusa da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) em aumentar imediatamente a sua produção para compensar a queda na oferta impulsionou os preços na semana passada quando o preço do barril do Brent ultrapassou a barreira dos 80 dólares.

Por outro lado, a produção de petróleo de xisto diminuiu nos Estados Unidos e na Venezuela, o que está a acentuar as preocupações devido a uma possível falta de petróleo a nível global.

Comentários