BAD dá um milhão de dólares a Angola para investimentos em energias renováveis

As verbas do Fundo para a Energia Sustentável em África, gerido pelo BAD, “vão ser usadas para estabelecer um ponto único de implementação dos projetos, favorecendo a criação de um ambiente propício à realização de parcerias público-privadas e aumentar a ‘bancabilidade’ dos projetos”, lê-se na nota divulgada hoje em Abidjan, a sede do BAD.

Para além disso, acrescenta a nota, o empréstimo em condições financeiras vantajosas vai também possibilitar “o aumento da capacitação, ao fornecer assistência técnica para os projetos, implementação e monitorização dos contratos”.

O Governo de Angola, como parte da estratégia de desenvolvimento a longo prazo, quer expandir o acesso à eletricidade a 60% da população em 2025, com 70% a vir de energias renováveis, lê-se ainda na nota colocada no site do BAD.

“Este projeto vai permitir e estimular os investimentos dos produtores independentes de energia, e complementa os mil milhões dados ao abrigo do programa de apoio à reforma do setor energético”, disse o vice-presidente do BAD para a Energia, Amadou Hott, citado no comunicado.

Comentários