Sonangol: Processo de privatização parcial em curso

O Governo está a analisar um projecto de privatização parcial da petrolífera estatal Sonangol, mas só depois de junho de 2019, indicou o ministro dos Recursos Minerais e Petróleo angolano.

Segundo Diamantino Azevedo, o projecto em causa insere-se no quadro do Programa de Regeneração da empresa, em curso desde agosto e que já levou ao fim do monopólio no sector da Sonangol, com a criação, para já com uma Comissão Instaladora, da Agência Nacional de Petróleo e Gás (ANPG).

O ministro declarou que, enquanto se passa a função de concessionária da Sonangol para a ANPG, a petrolífera tem em curso o “Programa de Regeneração”, de forma a focar-se apenas nos “negócios nucleares”, constituídos pelos fluxos ascendente e descendente da cadeia produtiva de petróleo (pesquisa, exploração, produção, refinação e distribuição).

O processo, adiantou, vai levar à privatização de algumas empresas não nucleares do grupo e, no futuro, à privatização parcial da Sonangol por dispersão bolsista, um processo ligado às boas práticas dessa indústria.

“É o que se passa hoje com as grandes companhias petrolíferas mundiais”, afirmou.

Comentários