Manfred Weber quer suceder a Juncker na Comissão Europeia

O actual líder da bancada do PPE no Parlamento Europeu quer ser o próximo presidente da Comissão Europeia.

O político anunciou no Twitter a intenção de se tornar o principal candidato do Partido Popular Europeu (PPE), nas próximas eleições europeias e de tomar o lugar presentemente ocupado por Jean-Claude Juncker. “A Europa precisa de um novo começo e de mais democracia”, escreveu o alemão, na rede social acima referida.

Actualmente, a liderança da Comissão Europeia está nas mãos do luxemburguês Juncker, também ele do PPE. Para chegar a essa posição, Weber precisa, antes de mais, de vencer as eleições internas do partido para se tornar o seu candidato principal nas eleições europeias. Depois, o conservador terá de ir a votos no Parlamento Europeu para, por fim, receber as rédeas do órgão em causa.

Depois de Angela Merkel ter admitido que a eleições de Jens Weidman para o Banco Central Europeu (BCE não é uma prioridade, a imprensa europeia começou a especular sobre a possibilidade do alemão Manfred Weber se candidatar ao cargo ocupado por Jean-Claude Juncker.

Na mensagem divulgada, esta quarta-feira, Weber confirmou esses rumores e aproveitou também para sublinhar que estas eleições europeias serão decisivas para o Velho Continente. “Não podemos continuamos como estamos na União Europeia. Irei ajudar a trazer de volta a Europa ao povo e a reestabelecer o laço entre os cidadãos e a União Europeia, informou.

Aos 46 anos, Manfred Weber é membro do Parlamento Europeu desde 2004. O alemão consagrou-se o líder mais novo de sempre da bancada do PPE.

 

Comentários