Fitch melhora ‘rating’ da dívida grega e mantém perspetiva estável

A agência de notação financeira Fitch reviu em alta o ‘rating’ da dívida grega, de B para BB-, mantendo também uma perspetiva estável, por considerar que as medidas para o período pós-resgate são sustentáveis.

Em comunicado, a Fitch assinala que o setor bancário grego apresenta melhorias, o que levou a que a relação com os credores europeus também “melhorasse substancialmente”.

Para esta agência de notação financeira, para a perspetiva favorável da dívida grega contribuem fatores como os objetivos acordados relativamente ao défice (3,5% do produto interno bruto a médio prazo), o crescimento sustentável daquela economia, as orçamentais medidas adicionais e ainda uma redução dos riscos políticos.

A estes fatores acrescem também esforços para aliviar a dívida, como o adiamento do pagamento de juros e a extensão da maturidade dos empréstimos feitos no âmbito do Mecanismo Europeu de Estabilidade.

Igualmente positivo, segundo a Fitch, é a antecipação da última parcela do programa de assistência financeira, num total de 15 mil milhões de euros, que servirá para criar uma almofada financeira de 24,1 milhões de euros, suficiente para atender às necessidades de financiamento por 22 meses.

Comentários