Tempo - Tutiempo.net

DBSA vai financiar 100 milhões USD para o projecto da Baía do Namibe

Vai ser construído por um consórcio japonês constituído pela Toyota Tsusho Corporation (TTC) e Toa Corporation (TOA) e financiado pela agência japonesa de crédito à exportação e bancos privados.

Porto /
06 Out 2019 / 10:39 H.

O Governo aprovou um contrato de financiamento com o Development Bank of Southern Africa, no valor de 100 milhões USD para o projecto da Baía do Namibe, segundo informações de um Despacho Presidencial.

O documento, datado de 27 de Setembro, indica que o contrato destina-se a cobrir o pagamento inicial do Projecto Integrado de Desenvolvimento da Baía do Namibe, em obras que incluem a reabilitação do Porto Mineiro de Sacomar e a expansão do novo terminal de contentores, estando totalmente avaliado em 600 milhões USD.

Vai ser construído por um consórcio japonês constituído pela Toyota Tsusho Corporation (TTC) e Toa Corporation (TOA) e financiado pela agência japonesa de crédito à exportação e bancos privados, com o início das obras previsto para o final deste ano e a conclusão na segunda metade de 2022.

Inaugurado em 1957, o Porto do Namibe representa um dos principais no país, sendo o maior da Região Sul e o terceiro maior em Angola.

O Terminal de Minérios de Sacomar foi construído em 1967 com o objectivo de exportar minério de ferro explorado nas minas de Cassinga, Huíla, tendo funcionado durante oito anos.

Em 1973 alcançou o seu valor mais alto de exportações, com 6,2 milhões de toneladas. Segundo o portal na Internet, o terminal funciona actualmente como o principal terminal de combustíveis e lubrificantes da petrolífera estatal Sonangol na Região Sul do país e exporta 300 mil toneladas de derivados petrolíferos, sendo apoiado por uma linha férrea de 15 quilómetros que o liga à linha dos Caminhos-de-Ferro de Moçâmedes.