Google vai realizar transferências de dinheiro na União Europeia

A tecnológica norte-americana Google vai poder realizar transferências de dinheiro dentro da União Europeia, depois de o Banco Central da Irlanda ter autorizado, no dia 24 de Dezembro, a companhia a realizar estas operações.

Europa /
08 Jan 2019 / 16:03 H.

Através deste novo sistema, a Google vai poder, mediante autorização do usuário, controlar os cartões bancários e efectuar transferencias monetárias. O controlo tecnológico vai mais longe, permitindo que o “cliente” veja uma análise detalhada dos seus consumos, para que possa fazer alterações ao seu plano de poupança, noticia o jornal espanhol “Expansion” esta terça-feira.

A licença conquistada pela Google não vai permitir à empresa operar como um banco, mantendo-se esta actividade reservada às entidades bancárias.

Florence Diss, responsável da Google na Europa, declarou ao “The Irish Times”, que estão mais interessados em colaborar com os bancos em vez de competir com os mesmos, para que possam explorar a oportunidade oferecida pelas autoridades irlandesas. O responsável adianta que a aquisição de licenças é um processo moroso e completo, se bem que existem outras companhias da área tecnológicas a querer entrar no sector financeiro.

Na entrevista que data de março do ano passado, a responsável da Google revelou que colaborou com o Banco da Irlanda na programação de um interface que permitia, facilmente, aos seus clientes realizarem pagamentos no smartphone através do serviço da Google Play.

Outra aplicação criada pela multinacional permite ao cliente abrir uma conta em menos de cinco minutos usando apenas uma fotografia para propósitos de identificação. Florence Diss revela que embora muitos bancos os vejam como inimigos, eles estão a trabalhar com mais de mil bancos diferentes em 18 tipos de mercados, pois querem que os parceiros tenham a melhor relação com os seus clientes.