Contagem decrescente: faltam seis dias para o PGD

A iniciativa que foi apresentada pela primeira vez em Luanda, desde Março último, irá acontecer nos dias 17 e 18 de Maio e poderá ser uma oportunidade para fechar negócios e divulgar o potencial turístico do País.

Angola /
10 Mai 2019 / 10:07 H.

O complexo turístico dos Mangais, em Cabo Ledo, Luanda, ocolhe o Presidencial Golf Day (PGD), que terá como anfitrião o Presidente da República, João Lourenço.

A iniciativa que foi apresentada pela primeira vez em Luanda, desde Março último, irá acontecer nos dias 17 e 18 de Maio e poderá ser uma oportunidades para fechar negócios e divulgar potencial turístico do País, segundo a ministra do sector.

Para o Presidencial Golf Day espera-se mais de 300 participantes, entre os quais 80 jogares provenientes da China, Japão, Turquia e dos países que fazem parte de Comunidade de Desenvolvimento dos Países da África Austral (SADC). De acordo com a ministra do turismo, Ângela Bragança, os torneios de golfe, a nível mundial, são eventos que atraem famílias inteiras e, por conta disto, servirá de pontapé de saída para a atracção de mais turistas no País dos homens de negócios ligados ao sector do turismo. A ministra avança que, se tudo correr bem, a ideia é transformar o Presidencial Golf Day num evento anual.

De acordo com a ministra do Turismo, Ângela Bragança, que falava, esta semana durante um breakfast meeting com os jornalistas, o Presidential Golf Day, (PGD) surge como uma “excelente oportunidade pare fechar negócios e promover o potencial turístico de angola.

O director para região de África do Fórum Mundial do Turismo, Danilo Nhantumbo disse nessa terça-feira que Angola deve apostar no golfe por ser um desporto que atrai grandes investidores. Segundo o responsável, precisa-se capitalizar o potencial que o País tem e projectar a imagem de Angola no segmento da diplomacia económica, com vista a diversificação da economia por via do Turismo.

O Fórum Mundial vai investir mil milhões USD O Fórum Mundial do Turismo vai investir mil milhões USD em Angola, para contribuir no desenvolvimento do sector no país, anunciou em Luanda, o presidente do Fórum Bulut Bagci. Em declarações à imprensa, à margem do “Breakfast Meeting”, alusivo ao “Presidential Golf Day – Angola 2019”, Bulut Bagci sublinhou que durante o fórum será anunciada a forma específica e as áreas prioritárias para o investimento.

O responsável disse que o desenvolvimento do sector deve necessariamente obedecer ao Plano de Desenvolvimento do Turismo Nacional. A título de exemplo, explicou que a Turquia em 1980 não existiam hotéis como se tem actualmente, que consegue ganhar anualmente 40 mil milhões USD por ano.

Bulut Bagci foi recebido em Fevereiro em audiência pelo Chefe de Estado angolano, João Lourenço. Na ocasião considerou que Angola tem grandes potencialidades no sector do turismo, a indústria da paz e lazer, bem como de oportunidades.