Facebook deve substituir Mark Zuckerberg

Segundo Alex Stamos, antigo responsável pela divisão de segurança da empresa tecnológica, desmantelar a empresa não seria o mais provável.

27 Mai 2019 / 10:11 H.

O especialista acredita que o fundador Mark Zuckerberg deve ser substituído no cargo de CEO.

Há um argumento legítimo de que [o Mark Zuckerberg] tem muito poder. Ele tem de abrir mão de algum desse poder. Se eu fosse ele, contrataria um novo CEO para a empresa. Ele já está a cumprir as funções de responsável de produto com a saída do Chris Cox, é onde está a paixão dele. Ele devia contratar um CEO que ajude a sinalizar tanto internamente como externamente que a cultura tem de mudar,” apontou Stamos, citado pelo Notícias ao Minuto.