COP24 alerta para a ameaça urgente do aquecimento global

A cerimónia de abertura oficial está marcada para esta segunda-feira e presentes vão estar delegações de cerca de 200 países.

03 Dez 2018 / 11:35 H.

O objectivo desta cimeira da ONU é enviar uma mensagem inequívoca aos países para reduzirem as emissões de dióxido de carbono e acelerarem a transformação energética de forma a deixarem de usar combustíveis fósseis.

Dezenas de ambientalistas juntaram-se a poucos quilómetros da conferência, numa antiga mina de carvão, para pedirem aos líderes mundiais que não comprometam o futuro de todos.

A directora daAKCJA Demokracja, Weronika Paszewska, mostra-se optimista em relação à inversão do aquecimento global.

"Acredito que ainda não é tarde demais, mas em breve pode ser. É muito importante saber o que vai ser feito nos próximos meses e anos. Se for não tarde demais, precisamos agir. Ainda há algum tempo, não muito, mas ainda temos algum tempo", disse Weronika Paszewska.