Citroën assinala centenário com uma exposição que revela a evolução da marca

Em exibição estiveram 30 veículos, incluindo carros de corrida e uma viatura que não ficou

22 Jun 2019 / 12:57 H.

Cem fotos de carros que marcaram a história da marca criada por André Citroën estiveram expostos no Retromobile, conhecido salão de clássicos francês, desde o último fim-de-semana. “Escolhemos o 15° Bairro, porque foi aqui que nasceu a fábrica onde produzimos os primeiros veículos, o TYPE A, por exemplo, em 1919 e 1920. Por isso, regressámos verdadeiramente ao coração, ao início da Citroën”, lembrou a CEO da marca, Linda Jackson, que em entrevista à Euronews.

A Citroën ocupou 1.200 m² com um standespecial dedicado ao seu centenário. Em exibição estiveram 30 veículos, incluindo carros de corrida e um outro que não ficou famoso pela velocidade: o Citroën 2CV. Foi lançado em 1948, tendo sido produzidos mais de cinco milhões de unidades até Julho de 1990.

“O 2CV constituiu uma viragem, porque tornou os carros ainda mais acessíveis ao público. Dadas as suas especificações funcionais, a Citroën conseguiu oferecer um carro que correspondesse a todos os usos possíveis”, disse Xavier Crespin, director da L’Aventure Peugeot Citroën DS. Em1934, a Citroën lançou o primeiro automóvel com carroçaria monobloco e tracção dianteira, o Traction Avant. A marca também exibiu os seus carros mais recentes com as tecnologias mais avançadas. A selecção dos modelos revela a evolução da marca ao longo destes 100 anos, reflectida na revelação dos seus modelos mais icónicos.