Brexit sem acordo: Relatório alerta para os riscos de caos nas escolas britanicas

Escolas encerradas, exames cancelados e os alimentos para as refeições de alunos pode acabar, devido ao pânico da falta de alimentos que podem levar os preços a aumentar em 20%, segundo um relatório secreto do ministério da Educação citado pelo The Guardian, referindo-se aos riscos de um não acordo do Brexit.

05 Ago 2019 / 13:02 H.

O documento elaborado pelo Governo britânico destaca que há a possibilidade de os professores faltarem por perturbações nos transportes.

Já o facto de estarem a alertar para a falta de alimentos nas escolas pode fazer com se inicie a corrida aos supermercados. O relatório destaca que as informações sobre os receios com a falta de alimentos “podem fazer soar os alarmes e causar o pânico entre o público”.

“O armazenamento vai ser mais limitado no período que antecede o Natal. Estamos altamente dependentes das acções dos grandes distribuidores e dos outros departamentos para assegurar as provisões”, segundo o The Guardian.

“À escassez de alimentos ou ao aumento de preços, comunicaremos com as escolas sobre como podem interpretar os padrões de alimentos de forma mais flexível. O ministério pode assegurar pagamentos excepcionais, ou falar com as finanças para financiamento adicional”, garante o próprio ministério, revelando que o cenário mais desfavorável é a subida dos custos dos alimentos, aumentando assim o preço das refeições escolares.