Twitter afunda na abertura de Wall Street

A jornada foi o prenúncio de mais um dia negro entre as tecnológicas. À queda histórica do Facebook, o maior rival, seguiu-se a do Twitter.

Na abertura de Wall Street, na passada sexta-feira, as acções da cotada estavam a cair 14%. Os investidores reagiram aos resultados decepcionantes do segundo trimestre.

Apesar da empresa ter revertido o prejuízo face ao período homólogo informou que perdeu utilizadores, com a maior queda a verificar-se nos EUA.

Segundo a imprensa internacional a rede social registou 335 milhões de utilizadores mensais activos no fim de junho, abaixo dos 339 milhões esperados pelo mercado e dos 336 milhões de pessoas no trimestre anterior.

 

 

Comentários