Como funciona o seguro de saúde na Alemanha

Desde 2009, todas as pessoas com residência na República Federal da Alemanha são obrigadas a ter um seguro de saúde. Mesmo no caso de uma breve estadia na Alemanha, é necessário um seguro de saúde, caso contrário será recusada a emissão de um visto.

O seguro de saúde alemão é caracterizado por ser um sistema duplo, composto pelo seguro de saúde estatal (Gesetzlicher Krankenversicherung (GKV)) e pelo seguro de saúde privado (Privater Krankenversicherung (PKV). Enquanto o GKV é acessível a todos, o seguro de saúde privado estipula determinadas condições.

Os cidadãos do Espaço Económico Europeu (EEE) e os cidadãos nacionais dos países com os quais existe um acordo de segurança social, podem permanecer segurados no seguro de saúde do seu país de origem. Os benefícios do seguro de outros países podem ser significativamente diferentes em comparação com a Alemanha. Pode ser necessária uma contribuição financeira ou a adesão a um seguro adicional. Incidências do GKV As contribuições para o seguro estatal de saúde dependem do rendimento.

A base é o rendimento bruto total, a partir do qual é aplicada uma taxa de contribuição uniforme de 14,6% (a partir de 2018). Esta é dividida em partes iguais, entre o segurado e o empregador, cada um contribuindo com 7,3%.

Além disso, cada companhia de seguros de saúde cobra uma contribuição adicional (os valores variam) que é paga apenas pelo empregado. Se o limite de contribuição (2018: 4.425,00 EUR/mês) for excedido, o rendimento não é importante para o cálculo da contribuição. No seguro estatal de saúde, por exemplo, as crianças e os cônjuges podem ser cobertos gratuitamente através de um seguro família.

Comentários