Álvaro Sobrinho promete investir mais em Angola

O empresário angolano Álvaro Sobrinho, que denunciou segunda-feira estar a ser perseguido em países onde está a investir, prometeu desinvestir nas ilhas Maurícias e aplicar o seu dinheiro em Angola.

Álvaro Sobrinho, que se considera um empresário do mundo, prometeu aplicar o seu dinheiro em Angola, país onde afirma ter negócios relevantes e que oferece grande oportunidades de investimento.

Em declarações à Televisão Pública de Angola (TPA), informou que em Agosto último foi interrogado, durante seis dias, sete horas por dia, nas Ilhas Maurícias, por uma comissão independente anti-corrupção, sobre os seus investimentos naquele país e relações com o poder politico, que terão levado à renúncia em Março da Presidente Ameenah Gurib-Fakim.

O empresário descartou qualquer envolvimento na utilização, pela Presidente Ameenah Gurib-Fakim , do cartão de crédito platina , da Fundação Bill & Melinda Gates, para uso pessoal, e que levou à renuncia da Chefe de Estado das Ilhas Maurícias.

Segundo referiu, quando foi detectada a utilização do cartão de crédito para coisas próprias, a Presidente pediu desculpas e reembolsou o dinheiro à Fundação.

“Não foi o Álvaro Sobrinho que deu o cartão, foi uma Fundação que tem o prestigio de Bill & Melinda Gates”, explicou o empresário.

Comentários