Banco Sol e Organizações Chana rubricam protocolo de financiamento “Meu Taxi”

Um acordo de financiamento de um milhão de dólares, equivalentes em kwanzas, para dar continuidade ao projecto “Meu Taxi”, iniciado em 2015, foi assinado em Luanda, pelo presidente de Conselho de Administração do Banco Sol, Coutinho Nobre Miguel, e pelo director-geral das Organizações Chana, Paulo Adolfo Vall Neto.
O acordo dá continuidade aos projectos de empreendedores de micro e pequenas empresas, uma oportunidade em que o Banco Sol entra como financiador e a  Organizações Chana como avalista. As viaturas à disposição estão valorizadas entre 15 e 20 milhões de kwanzas, a uma taxa de juro de 1,88 por cento por mês.
Numa primeira fase, disse o director-geral das Organizações Chana, o projecto vai disponibilizar 160 viaturas e deve atingir cinco mil jovens das províncias de Luanda, e, de uma forma gradual, estender-se às províncias de Malanje, Cuanza-Sul e Huíla.
Espera-se do projecto a criação de mais de 400 empregos directos e 400 indirectos nos ramos de mecânica (oficinas), seguros e prestação de serviços, permitindo-se ainda que uma série de empregos aconteçam.
Esmeraldo Cerca, o director do Micro Crédito do Banco Sol, revelou que o acordo visa financiar taxistas particulares.
Para já, 100 jovens devem beneficiar na primeira entrega, para criarem empregos directos. Os candidatos serão identificados tanto pelo Banco Sol, quanto pelas Organizações Chana, onde fazem as inscrições para candidatura.
Comentários